RITIDOPLASTIA OU LIFTING FACIAL


A identidade humana é determinada primeiramente pelo rosto: sua estrutura, aparência e expressões. As alterações determinadas pela idade que afetam a aparência do rosto podem levar o indivíduo a sentir que sua identidade mudou ao longo do tempo. Essas mudanças podem ocorrer nas regiões alta, média e baixa da face. No entanto, as do terço inferior geralmente são as mais aparentes.

As modificações incluem o desenvolvimento de linhas profundas nas bochechas e em torno da boca, flacidez e excesso de pele nas bochechas, linha da mandíbula e pescoço e dobras ao redor do pescoço. Na maioria das vezes realizada entre os 50 e 60 anos, o lifting facial do terço inferior pode ajudar a diminuir rugas profundas, papadas, flacidez e dobras do pescoço, restaurando uma aparência mais firme e jovem.

A cirurgia consiste em tracionar a pele e tecidos profundos da face e do pescoço para os seus locais originários e com isso remover o excesso de pele e gordura que vão se acumulando no decorrer dos anos.

Em pessoas com pele muito marcada com rugas, normalmente se faz necessário alguns procedimentos complementares à cirurgia como a aplicação de toxina botulínica, os peelings ou preenchimentos para se atingir um rejuvenescimento mais completo da face.

A cirurgia é realizada em centro cirúrgico, sob anestesia local com sedação ou geral. Tem duração média de 3 horas.